Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
AGENDA  (11-06-2018)
CURSO DE APOMETRIA  (22-05-2018)
TERAPIA PARA A ALMA  (22-05-2018)
Quem são os ajudadores  (21-05-2018)
AS CINCO ETAPAS  (17-05-2018)
Está com Dificuldades?  (17-05-2018)
QUEM SÃO ?  (17-05-2018)
QUER AJUDA?
O que mais incomoda você hoje?
Não consigo melhorar
Problemas financeiros
Vida afetiva
Vida profissional
Minha mãe
Meu pai
Minha saude
Minha religião
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (2556 votos)



ONLINE
3




Partilhe esta Página

PagSeguro


A JUSTIÇA DIVINA E A JUSTIÇA DOS HOMENS
A JUSTIÇA DIVINA E A JUSTIÇA DOS HOMENS

 (CONEXÃO INFALÍVEL)

Esse assunto é muito interessante até porque muitos autores preferem não adentrar nos corredores da justiça para tentar ao menos refletir das coerências das decisões da justiça da terra e a correlação com a justiça divina.

Por muito tempo a impressão de que muito do que os humanos faziam na terra, me refiro aos atos anti cristãos, anti humanitários, anti coletivos, foi encarado como uma falha das leis e da justiça divina, porque não conseguíamos enxergar a mão da lei fazendo justiça.

Falo da lei dos homens, mas é claro que temos que falar da lei divina, pois uma está diretamente subordinada a outra.

Na lei dos homens podemos acompanhar claramente os resultados, por que são expostos á humanidade, já na lei divina não conseguimos visualizar ao menos nesta vida os porquês dos resultados dos julgamentos terrenos.

È preciso entender que o que pode parecer um resultado absurdo na terra, pode ser o resultado equilibrado de uma meta cármica muito bem planejada no mundo espiritual.

No Brasil atual estamos assistindo o desenrolar de muitas situações envolvendo políticos e a corrupção sistêmica com a justiça dos homens.

Sem tomar partido ou opinar nos processos judiciais terrenos e seus resultados envolvendo os méritos daqueles que se encontram sob o domínio desta energia, venho trazer uma reflexão ao leitor.

Sabemos que nem uma folha cai de uma árvore que não seja da vontade de Deus.

Bem então tudo que acontece é “permitido” por Deus, como nas metas cármicas, podemos vir a assumir variadas personalidades e desempenhando diversos papéis em nossas reencarnações, inclusive o de político.

Bom, então sabemos que ninguém, sem exceção assume uma posição na terra sem a devida permissão, sabemos que não é por acaso, mas devidamente, divinamente planejado.

Cada um tem seu roteiro a cumprir, porém sempre será um roteiro para evolução e o bem da humanidade,do coletivo  principalmente nos casos em que determinados espíritos virão para fisicamente em condição de comando (os políticos) interferir na vida de milhões de outros espíritos encarnados.

Porém ao chegarem a este mundo físico eles se envolvem com as facilidades materiais, ilusões temporárias do poder, armadilhas de forças negativas, eles se perdem (embriagados no falso poder físico, material) e se desviam do caminho planejado, a partir daí começam um tropeço em cima do outro e não conseguem mais parar descendo ladeira abaixo até o desencarne.

Ao retornarem ao mundo espiritual vem a prestação de contas, principalmente consigo mesmo, desta vez desprovido do cargo de autoridade terrestre que ocupava, sem benefícios materiais, sem funcionários e status privilegiado, apenas o espírito, cara a cara consigo mesmo.

Esta é uma das situações em que afirmação bíblica “haverá choro e ranger de dentes” se fará um hábito comum na nova vida desses espíritos.

O desperdício de uma meta cármica em uma encarnação, pelo livre arbítrio, traz muitas vezes prejuízos gigantescos aos espíritos em evolução e grandes dificuldades para se conseguir novas oportunidades de reparar seus erros.

Hoje já estamos assistindo os desfechos da justiça dos homens, chegando ainda nesta existência aos maus políticos como uma forma direta da espiritualidade de já adiantar algumas reparações e já ir preparando aqueles espíritos errantes para a evolução mais dura gerada por eles mesmos ainda na terra.

Portanto é ponto decisivo que a lei dos homens é sim subordinada a lei divina, mesmo que nós não consigamos alcançar ou compreender as divinas motivações envolvidas.

Portanto de acordo com a espiritualidade está tudo certo e tudo tem seu tempo e o porquê de ser como é.

Então havemos sim de confiar na lei divina e saber que todos sem exceção estão sob o jugo da lei maior.

È um momento de observação e aprendizado para o Brasil e o também para o mundo.

 

Sejam felizes e reflitam sobre o assunto com visão ampla e espiritualizada.

Está tudo certo!

 

João Luiz Spósito  Brasília –DF

Janeiro 2018

topo